Skip to content

Diferença com Magisk

Embora existam muitas semelhanças entre os módulos KernelSU e os módulos Magisk, existem inevitavelmente algumas diferenças devido aos seus mecanismos de implementação completamente diferentes. Se você deseja que seu módulo seja executado no Magisk e no KernelSU, você deve entender essas diferenças.

Semelhanças

  • Formato de arquivo do módulo: ambos usam o formato ZIP para organizar os módulos, e o formato dos módulos é quase o mesmo.
  • Diretório de instalação do módulo: ambos localizados em /data/adb/modules.
  • Sem sistema: ambos suportam a modificação de /system de maneira sem sistema por meio de módulos.
  • post-fs-data.sh: o tempo de execução e a semântica são exatamente os mesmos.
  • service.sh: o tempo de execução e a semântica são exatamente os mesmos.
  • system.prop: completamente o mesmo.
  • sepolicy.rule: completamente o mesmo.
  • BusyBox: os scripts são executados no BusyBox com o "Modo Autônomo" ativado em ambos os casos.

Diferenças

Antes de entender as diferenças, você precisa saber diferenciar se o seu módulo está rodando no KernelSU ou Magisk. Você pode usar a variável de ambiente KSU para diferenciá-la em todos os locais onde você pode executar os scripts do módulo (customize.sh, post-fs-data.sh, service.sh). No KernelSU, esta variável de ambiente será definida como true.

Aqui estão algumas diferenças:

  • Os módulos KernelSU não podem ser instalados no modo Recovery.
  • Os módulos KernelSU não têm suporte integrado para Zygisk (mas você pode usar módulos Zygisk através do ZygiskNext.
  • O método para substituir ou excluir arquivos nos módulos KernelSU é completamente diferente do Magisk. O KernelSU não suporta o método .replace. Em vez disso, você precisa criar um arquivo com o mesmo nome mknod filename c 0 0 para excluir o arquivo correspondente.
  • Os diretórios do BusyBox são diferentes. O BusyBox integrado no KernelSU está localizado em /data/adb/ksu/bin/busybox, enquanto no Magisk está em /data/adb/magisk/busybox. Observe que este é um comportamento interno do KernelSU e pode mudar no futuro!
  • O KernelSU não suporta arquivos .replace, entretanto, o KernelSU suporta as variáveis ​​REMOVE e REPLACE para remover ou substituir arquivos e pastas.
  • O KernelSU adiciona o estágio boot-completed para executar alguns scripts na inicialização concluída.
  • O KernelSU adiciona o estágio post-mount para executar alguns scripts após montar OverlayFS.

Lançado sob a Licença GPL3.